Vídeo mostra simulação da implosão do submarino que fazia expedição ao Titanic

Vídeo mostra simulação da implosão do submarino que fazia expedição ao Titanic
Vídeo faz simulação da implosão do submarino (imagem: reprodução Youtube)

Implosão teria acontecido em apenas 20 milésimos de segundo

Um vídeo que foi publicado recentemente na internet apresenta uma simulação do que poderia ter acontecido aos passageiros que estavam a bordo do submarino Titan, quando ele implodiu em 18 de junho. Esse submarino estava realizando uma expedição ao Titanic, o famoso navio afundado em 1912.

O vídeo apresenta os estágios da implosão do submarino Titan através de cálculos matemáticos e de engenharia. A simulação demonstra que a destruição da embarcação foi extremamente rápida e violenta, de tal forma que os ocupantes a bordo não tiveram tempo de sentir qualquer coisa.

De acordo com as simulação, a implosão deve ter ocorrido em um curtíssimo período de apenas 20 milésimos de segundo. O fenômeno de implosão foi comparado à força de detonação de 50 quilos de TNT.

Assista ao vídeo a seguir.

Um outro vídeo sobre o assunto também foi publicado há alguns dias, feito por um canal que se dedica a produções explicativas na área de engenharia. Nele, além de retratar o acontecimento, também são apresentados detalhes sobre o fundo do mar e os materiais utilizados na construção do submarino.

A animação mostra uma explicação detalhada sobre o fenômeno da implosão, explicando que ela é um processo de destruição que ocorre quando o objeto entra em colapso para dentro de si mesmo, se contraindo até implodir. Como o navio Titanic está afundado a aproximadamente 4 mil metros, a pressão nessa profundidade é extremamente intensa, equivalente a cerca de 400 vezes a pressão da superfície.

Veja o vídeo a seguir.

O submarino Titan desapareceu no Oceano Atlântico duas horas depois de iniciada a viagem que iria explorar os destroços do Titanic no fundo do mar. Pouco tempo depois, foi confirmado que o submarino havia implodido e todos os membros da tripulação haviam sido mortos.

Mesmo após a localização e remoção dos destroços do fundo do mar, as autoridades estão ainda não descobriram as causas exatas que causaram a tragédia.

Compartilhe →

Sobre o Portal

Somos um portal online dedicado à cidade de Jundiaí, que publica assuntos variados como notícias de interesse local, dicas culturais e de entretenimento, além de outras informações relevantes para o público Jundiaiense, no melhor endereço comercial de Jundiaí na internet: JUNDIAI.COM.BR

Contato

Para anunciar, enviar releases ou  falar conosco, entre em contato através do e-mail: fale.com.jundiai@gmail.com

©2023 Jundiai.com.br
Produzido por SPBrasil e desenvolvido por SiteCity